Jesus como Educador

FAÇA UMA MUDANÇA VISÍVEL

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Materia publicada no Jornal Cruzeiro do Sul - São Roque e Sorocaba

Fraternidade vira prática pedagógica em sala de aula

Notícia publicada na edição de 11/01/2009 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 7 do caderno A - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.
  • Alunos fazem visitas às comunidades carentes, levando as mensagens que desenvolvem na escola

Resgatar as relações humanas, aplicar a fraternidade como prática pedagógica e contribuir para a transformação do quadro de violência constatado no cotidiano escolar. Esses são os objetivos do projeto ‘Dado do Amor, praticado em seis escolas municipais de São Roque. Mais de 90 profissionais e 700 alunos estão envolvidos, sendo que o trabalho será ampliado neste ano, desenvolvido por mais professores na rede. O trabalho é desenvolvido em várias partes do mundo e foi criado há 10 anos por Chiara Lubich, a fundadora do Movimento dos Focolares (movimento eclesial).

A ação teve início em São Roque na Escola do Bairro do Carmo, e desde 2003 o professor Amauri Cardoso dá continuidade ao projeto em outras unidades, levando aos alunos os significados de fraternidade e cooperação. No ano pasado, as escolas de período integral de São João Novo, Pavão e Carmo e as escolas de níveis médio e fundamental do Goianã, Canguera e Santo Antonio desenvolveram o projeto. Quando eu fui trabalhar em Canguera, em 2003, levei para meus alunos essa idéia e procurei praticar por primeiro, sendo coerente com as coisas que eu falava para eles. A palavra de ordem é sempre cooperar, contou.

O Dado do Amor, como qualquer outro dado, tem seis frases em em cada uma mensagem que expressam diferentes maneiras de amar e respeitar o próximo. São elas: amar por primeiro, amar a todos, amar o inimigo, viver o amor recíproco, ver Jesus no outro e fazer-se um. Em sala de aula, uma vez por semana, os alunos jogam o dado, aprendem o significado de cada frase e seus aplicativos. Assistem vídeos, nos quais os personagens elevam o amor e a fraternidade. Também aprendem as canções do projeto, fazem visitas às famílias carentes em seu bairro, socializam entre si e fazem cartões com mensagens referindo-se as frases do dado para levar aos seus familiares, como uma maneira de envolvê-los no projeto.

Os amigos e alunos da 5.º série da escola Euclides de Oliveira, em Canguera, Johnny Wilson e André Fellipe, comemoram as mudanças em seus cotidianos. Tenho um temperamento impulsivo e antes de participar do projeto, não conseguia ficar parado durante as aulas, nem fazia minhas lições direito. Só pensava em mim, hoje respeito mais as pessoas e com certeza mudei para melhor minha vida na escola e em casa, contou Wilson. Seu amigo André também diz que seu rendimento melhorou: Aprendemos muitas coisas importantes como ajudar, perdoar e isto melhora a nossa rotina, a convivência com as pessoas. Às vezes nem me dou conta das mudanças que tive na minha conduta.

Ao longo de seu desenvolvimento, o projeto contribuiu para a transformação do quadro de violência entre os alunos, propondo por meio de oficinas o resgate das relações interpessoais na escola e das relações humanas, a socialização e a integração da família. Percebemos uma significativa melhora de conduta e rendimento escolar de nossos adolescentes e jovens alunos, comemora o professor.

Expansão

No último ano, um curso de capacitação foi realizado para 62 professores e aplicado em quatro escolas de período integral, envolvendo 750 adolescentes. Hoje, somos mais de 90 profissionais envolvidos nesse projeto e entendemos que os inspetores de alunos pais, professores, coordenadores e diretores de escola precisam se capacitar nesse novo modo de se relacionar, explicou Cardoso.

Os resultados obtidos com o projeto na rede de ensino municipal de São Roque chegaram ao conhecimento do Departamento de Educação de Cotia e, desde 2007, o município também oficializou sua implantação nas escolas municipais. Em Jundiaí e Osasco também estão desenvolvendo o projeto e os resultados estão sendo surpreendentes, finalizou Cardoso.

http://www.cruzeirodosul.inf.br/materia.phl?editoria=36&id=151819

Um comentário:

JAVI DE JAEN disse...

Hola Mauro.
Sigo tu blog desde hace un tiempo. y me alegra que tengamos en común el Movimiento de los focolares. Formo parte del Coro del movimiento en Jaén y me gustaría saber si me puedes proporcionar unas canciones de Gen Verde que publicaron en 2002 en Brasil, concretamente del CD "O Amor Vive". Estas son las canciones:

-Mille chemins de lumière
-Le feu jaillira
-Dans son manteau gris poussière
-E' amor

Es muy importante para mi, ya que son canciones que no puedo encontrar en España.
Este es mi e-mail, por si me las puedes enviar en formato mp3.

javidejaen01@gmail.com

Gracias y espero tu respuesta.
Estamos Unidos.
Javi