Jesus como Educador

FAÇA UMA MUDANÇA VISÍVEL

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

REGISTRO DOS PRIMEIROS TRABALHOS DE PREPARAÇÃO DO PROJETO COM O DADO DO AMOR – 2011

Início do ano de 2011 e volta ao trabalho com o dado do amor com as crianças do Centro de Educação Madre Teodora do Colégio do Patrocínio.

São 250 crianças de 7 a 11 anos atendidas em dois períodos: manhã e tarde. As crianças que estudam de manhã em escola regular vão para o centro de educação à tarde e aquelas que estudam à tarde frequentam o lar das crianças de manhã.

Durante esse tempo em que permanecem no colégio recebem, além do reforço escolar e alimentação, aulas de informática, de violão e de música, de educação física, de artesanato, de inglês, participam de atividades com programa da mente inovadora, do SP Trans e de educação religiosa.

Algumas pessoas ligadas ao Movimento dos Focolares, fundado por Chiara Lubich, foram convidadas pela diretoria do Colégio do Patrocínio a levar para estas crianças a arte de amar por meio do jogo com o dado do amor criado por Chiara.

Sendo assim, desde 2009, o dado do amor tem sido apresentado às crianças por meio de atividades artísticas e de experiências vividas com as frases baseadas na arte de amar.

Neste início de ano já realizamos duas reuniões com a coordenação pedagógica e monitores do centro de educação para organizar o programa que será desenvolvido durante todo o ano.

PRIMEIRA REUNIÃO

Preocupados com os resultados das catástrofes ambientais ocorridas recentemente, de posse de estudo apresentado sobre as pegadas ecológicas executadas pelo homem no planeta, pensando sobre a Campanha da Fraternidade deste ano que traz como tema o meio ambiente e a reciclagem, o grupo sentiu-se motivado a trabalhar com a arte de amar por meio dos sete aspectos do arco-íris descritos por Chiara Lubich em 1954, uma vez que a cada cor corresponde um aspecto da vida do homem.

SEGUNDA REUNIÃO

Movidos por uma vontade em conhecer melhor as ideias da fundadora do Movimento dos Focolares, os monitores do centro de educação e a coordenação pedagógica reuniram-se com alguns membros do movimento para assistirem a um vídeo sobre a história da criação do movimento e de como o carisma da unidade se alastrou rapidamente por mais ou menos 182 países. O Deus Amor é vivido nos diferentes aspectos da vida, seja com a comunhão de bens ou nos diferentes relacionamentos tanto na política como nos diferentes campos da vida social.

As pessoas ali presentes quiseram conhecer um pouco mais sobre os aspectos do arco íris e de como atuar na vida de crianças que já carregam experiências desconhecidas até para muitos de nós adultos e que afligem os educadores.

A Odete, encarregada de levar esse conhecimento para todos, sugeriu então, que todos vivessem a Palavra de Vida, reunindo-se uma vez por mês como tem sido feito em outros lugares da comunidade.

Depois de um longo tempo de reflexão sobre todos os ensinamentos apresentados por Chiara no vídeo: “Quem somos” algumas pessoas teceram os seguintes comentários:

1. “para mim este encontro foi como um retiro. Nós temos de continuar a conversar sobre isso”;

2. “a gente deve primeiro viver a Palavra de Vida e a Arte de Amar senão o discurso é vazio. Como vamos falar para as crianças de uma coisa que não vivemos”.

A coordenadora sugeriu que se começasse com a Palavra de Vida para as crianças durante as aulas de formação cristã. Pediu também livros emprestados para leitura e que enviássemos sempre algum comentário ou texto escrito para se publicado no site do SIPEB.

Sentiram uma motivação muito grande em conhecer o Centro Mariápolis.

Demonstraram um desejo muito grande em adquirir alguns livros do movimento para leitura própria e pelas crianças.

3 comentários:

Inês disse...

Olá Mauro, tudo bem?
só p/ dizer que este " Projeto do Dado do Amor" é na cidade de ITU SP.
Eu estive nesta "segunda reunião", realmente foi "em clima de aprofundamento...retiro).
É belo constatar como as pessoas tem sede de Unidade!
Ah...o mundo tende a Unidade! nos diz Chiara
abraços/Inês

Inês disse...

Nestes dias estou lendo uma revistinha, 'que ganhei de Pe. Germano da Mariápolis Ginetta'
: "UNIDADE E CARISMA"
S/ as Cores e Arte de Amar encontrei 2 colocações que gostaria de partilhar:
1ª- Luz Ardente - Monge Budista: Mamãe Chiara fundou o Movimento dos
Focolares baseado no amor. Ela usou o arco-íris como símbolo deste
amor que se exprime de mil formas, como as cores do arco-íris, que não
têm divisão e são sempre uma coisa só.


2ªUma religiosa de 80 anos: ainda nos 1ºs anos do movimento

Na minha comunidade, nos encontrávamos a cada duas semanas com umas
quinze irmãs idosas - assim a chamávamos porque nós éramos jovens - e
era o momento mais lindo da semana. Lembro me de uma religiosa de 80
anos que me disse: Ir. Imaculada desde que você disse "para nos
vermos novas", sem passado nem futuro, cada manhã me levanto dizendo"
hoje é o primeiro dia que estou no convento, não conheço ninguém".
Depois vou ao refeitório e procuro um lugar livre, qualquer um, afinal
" não conheço ninguém", porque quando encontramos alguém pela primeira
vez, somos gentis e cheio de amor. Então, a cada dia procuro me
comportir assim com cada Irmã.
( Ir. Maria Imaculada Demasure, RIC)

Inês disse...

a palavra correta no final do comentário anterior é "comportar"
Inês